As exportações do setor de carne de suíno para fora da UE aumentaram mais de 123% em 4 anos

As exportaes do setor de carne de suno para fora da UE aumentaram mais de 123% em 4 anos

As exportações espanholas do setor de carne de suíno, incluindo todos os produtos transformados, para fora das fronteiras da União Europeia cresceram 123,8% entre 2014 e 2018, ascendendo a 675.531 toneladas em 2018, de acordo com o último resumo trimestral de indicadores de suinicultura publicado pelo MAPA (Ministério da Agricultura, Pesca e Alimentação). Os países extracomunitários em que se verificou um maior aumento da procura de carne e produtos transformados de suíno provenientes de Espanha foram a Coreia do Sul (+67,3%), o Japão (+ 7,5%) e a China (+4,2%).

As exportações do setor para dentro e fora da UE ascenderam a 1.826.644 toneladas, o correspondente a um aumento de 14% no período analisado.

O primeiro destino das exportações do setor da carne de suíno continua a ser a União Europeia, mais especificamente com a França, e em menor medida Portugal e Italia, à cabeça. Relativamente aos destinos extracomunitários, a China continua a liderar o ranking, com uma procura muito semelhante à francesa.

Ligeiro aumento do consumo de carne de suíno em Espanha

O consumo médio de carne de suíno fresca em Espanha aumentou 1,61% em 2018, face aos 9,99 kg per capita de 2017, segundo os dados indicados no relatório trimestral. Por seu turno, o consumo médio de carne de suíno transformada cresceu 1,28% relativamente aos 11,18 kg per capita registados em 2017. 

A Incatema Consulting & Engineering colabora com o MAPA há 20 anos na realização de estatísticas de produção animal em várias áreas geográficas do país. Ao longo destes 20 anos, a Incatema elaborou e executou procedimentos próprios para a realização dos inquéritos às explorações pecuárias, adaptados às especificidades da produção de cada subsector animal. Do mesmo modo, criou procedimentos de controlo da qualidade para garantir a relevância e representatividade dos dados recolhidos no terreno pelos entrevistadores.

As estatísticas de produção animal são um elemento necessário para a gestão correta das políticas públicas de apoio ao setor agropecuário e para o cumprimento das obrigações das Administrações Públicas espanholas perante os organismos especializados da UE, como o Eurostat.

Incatema © 2013 | ALL RIGHTS RESERVED
Incatema consulting