Incatema realiza o curso de formação dos técnicos da ONAS que vão explorar a ETAR de Cambérène (Senegal)

21 December, 2023

A Incatema realizou um curso de formação para os técnicos da Agência Nacional de Saneamento do Senegal (ONAS) sobre o correto funcionamento da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Cambérène, que a empresa construiu no norte de Dakar, a capital senegalesa. O objetivo desta formação é capacitar o pessoal responsável da manutenção da ETAR para garantir que funcione com normalidade e eficiência, automaticamente ou manualmente.

O Programa de Formação da ETAR de Cambérène durou cinco dias, a abordar diversas etapas do tratamento de águas residuais. “Em primeiro lugar, abordámos os tratamentos primário, secundário e terciário, bem como o tratamento de lamas e digestão. Depois foi abordada a produção e tratamento de biogás, que será utilizado para gerar energia elétrica”, afirma o Fernando Díaz, diretor do departamento de infraestruturas da Incatema.

Posteriormente, administrámos formação prática e teórica em ATEX (atmosferas explosivas), visto que o biogás gerado na digestão anaeróbia (principalmente metano) é altamente inflamável. Portanto, todas as áreas dentro do alcance de sua manipulação, seja equipamento eletromecânico ou operações, devem obedecer a regulamentações internacionais rigorosas. Também foi dada formação adicional nas áreas de segurança, higiene ocupacional e proteção do meio ambiente.

O curso também incluiu treinamento prático no manuseio de todos os painéis e mecanismos necessários para os processos de tratamento da planta, bem como a apresentação da parte de hardware. O curso foi complementado com a explicação dos procedimentos de operação, controle e manutenção do sistema de cogeração por um especialista da Siemens, fornecedora dos motores de cogeração.

A ETAR de Cambérène ficará ligada ao emissário submarino construído pela Incatema em Dakar. Esta infraestrutura, financiada pelo Banco Islâmico de Desenvolvimento, facilitará a diluição final das águas residuais tratadas no mar, previamente limpas e purificadas na estação de tratamento, como foi explicado anteriormente. A estação de tratamento faz parte de um ambicioso projeto do governo senegalês para descontaminar a parte norte da cidade de Dakar, em conformidade com os objetivos da Agenda 2030 das Nações Unidas.